Clínica de recuperação em São Paulo – Tratamento para dependentes químicos

Tratamento Para Dependentes Químicos e alcoólatras em São Paulo e em todo o Brasil.

O grupo Bella Clinic conta com parceria em unidades especializadas para o tratamento de dependentes químicos

e alcoolismo localizadas próximas a capital de São Paulo e em outras regiões em todo o Brasil.

Trabalhamos com as melhores Clínicas de recuperação e comunidades terapêuticas do Brasil.

Nossas unidades contam com metodologia qualificada, de primeira qualidade e

apoio de profissionais que atuam em tratamentos específicos tanto no tratamento para dependentes químicos de drogas ilícitas como no tratamento do alcoolismo,

nossa plataforma conta com unidades para homens e mulheres. Contamos com clinicas sobretudo particulares de baixo custo e alto padrão, como clinicas que aceitam planos de saúde como forma de pagamento.

A Dependência Química – Clínica de recuperação em São Paulo


Dependência química é nada mais do que consumir substancias psicoativas, ou seja, utilizar qualquer tipo de droga

qualquer substância que em sua composição faça com que que altere a percepção e o comportamento do individuo,

esses comportamentos tem por consequência acabar causando um vício onde a pessoa não consegue

por si só mais parar com o uso desta substancia e nem diminuir seus efeitos.

E desta maneira acaba sofrendo e fazendo além disso os outros sofrerem por conta disto na mesma proporção.

Na grande maioria dos casos, todavia, as substancias mais comuns são: álcool, crack, maconha, cocaína, medicamentos tanto os para emagrecer à base de anfetaminas,

como os ansiolíticos e calmantes indutores de dependência ou medicamentos “faixa preta” entre outros.

A dependência química tem por característica mais comum quando o indivíduo sente que a droga

ou subtância de sua preferência, é algo extremamente necessária em sua vida, e as demais coisas ficam em segundo plano, sem importância.

Vale lembrar ainda que o Álcool é uma droga, muito poderosa e tem efeitos devastadores,

e que pelo fato de ser algo legalizado e facilmente comercializado não deixa de ser prejudicial como qualquer outro tipo de droga ou ate mais.

A DOENÇA – Tratamento para dependentes químicos


A OMS (Organização Mundial de Saúde) – órgão máximo de saúde mundial, reconhece as dependências químicas

como doenças crônicas.

A doença é facilmente encontrada no CID e no DSM.

Por definição, a dependência química, similarmente ao diabete ou até mesmo como a hipertensão,

a doença da dependência química não é culpa do dependente; o paciente somente pode ser responsabilizado por não querer o tratamento, e dessa forma,

não querer estacionar essa doença que é progressiva, e ate nesses casos teremos que ter

uma ótica um tanto quanto criteriosa pois o dependente químico acredita que sem a droga sua vida esta em risco.

AS CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA DOENÇA:


Não existe uma característica única e exclusiva que sirva para as causas das dependências químicas,

as dependências na verdade são produto de vários fatos e fatores que de fato na maioria das vezes

podem sobretudo atuar ao mesmo tempo, sendo que, às vezes, uns fatores desses são mais predominantes em um

dependente químico, todavia, do que em outros.

Sobretudo, na grande maioria das vezes, de fato existem várias causas para o desenvolvimento dessa doença.

Um exemplo claro é a predisposição física, sobretudo e emocional para a dependência, que é todavia da própria da pessoa.

Já as consequências da dependência química podem ser inúmeras tais como:

problemas de relacionamento e sociais, familiares, sexuais, profissionais, emocionais, psicológicos, religiosos entre outros,

lembrando que isso são consequências da doença e não suas causas, o afastamento e todas as coisas que podem desestruturar a vida do indivíduo quando do uso de drogas.

UMA DOENÇA PROGRESSIVA, DE MÚLTIPLAS CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS:


O dependente químico, sem um tratamento para dependência química ao qual seja devidamente adequado, tem uma tendencia de que a situação piore

gradativamente, cada vez mais com o passar do tempo, bem como suas consequências,

essas consequências, todavia, são inúmeras e todas desagraveis tanto para a família como para o acolhido, e demais pessoas ao seu redor.

Todavia, alguns terapeutas dizem que essa é conhecida como a doença do ainda: a pessoa pode ainda não ter perdido o emprego, ainda não ter se afastado de sua família

ainda não ter parado os estudos, ainda não ter vendido as suas coisas, ainda não roubou nada de ninguém, ainda não roubou de sua própria família,

ainda não traficou para ter a droga, ainda não teve uma overdose, não perdeu família, não teve desgastes nas relações.

No entanto, esses “aindas” vão deixando de existir com o tempo.

DOENÇA CRÔNICA


O dependente químico, seja no uso ou em recuperação, dentro ou fora de uma clínica de recuperação, fazendo ou não

um tratamento ambulatorial pós internação, continuará e sempre será um dependente químico.

Dessa forma, devemos saber que não existe cura para a dependência química, essa é uma doença crônica, por isso, nunca o paciente conseguirá controlar seu uso.

Assim como por exemplo a diabete, não existe cura: a pessoa sempre será diabético ou dependente químico.

No entanto, o dependente químico poderá estabilizar a doença, não mais fazendo uso de substancias que altere o seu comportamento e o seu humor, essa é a forma de

estacionar a progressão da doença.

UMA DOENÇA QUE SE ESTENDE A FAMÍLIA


Certamente o convívio com um dependente faz com que a família adoeça emocionalmente, junto, sendo inclusive necessário que

busque um tratamento adequado, onde irá receber além de orientações de como lidar com seus sentimentos

em relação ao dependente químico, como se comportar mediante a essa situação.

De modo geral, as famílias ficam extremamente assustadas quando descobrem que é necessário um tratamento familiar,

mas sobretudo por nossa experiência entendemos que sempre existiu consequências relacionadas tanto para a família como para o dependente.

Por essa razão, o quanto antes a família entender essa problemática da dependência menor será o sofrimento envolvido.

Entre em contato conosco agora mesmo e saiba um pouco mais sobre o tratamento para dependentes químicos e alcoólatras.

Clínica de recuperação em São Paulo – Tratamento para dependentes químicos


O Grupo Bella Clinic conta com unidades de baixo custo, médio e alto padrão para tratamento de dependentes químicos, alcoólatras, além disso trata de demais

comorbidades associadas, sejam elas provenientes ou não do uso de substâncias psicoativas.

Temos parcerias com Comunidades Terapêuticas, Centros Terapêuticos, Clinicas terapêuticas e Clinicas de Recuperação médicas ou não, localizadas próximas a capital de São Paulo.

Temos ainda opções de clinicas de recuperação em todo o Brasil, consulte nossa equipe e conheça a unidade de Clínica de recuperação em São Paulo – Tratamento para dependentes químicos

mais próxima a sua residência. Nossa central funciona sete dias por semana, vinte e quatro horas por dia.

Oferecemos tratamento de 30 dias, 3 meses, 6 meses ou 1 ano de internação.

Unidades de clinica de recuperação com opções de acomodações em quartos coletivos, triplo, duplos e individuais.

Temos ainda unidades com 4 a 5 e até 6 refeições diárias.

O valor total do tratamento pode ser parcelado via boleto bancário, cheque ou cartão de crédito *dependendo da unidade em até mais vezes*

Trabalhamos com equipes terceiras de remoção com equipe capacitada, especializada nesse assunto.

Entre em contato conosco e conheça nossas opções, veja o melhor custo beneficio.

Atendimento via whatsapp e ligações com profissional qualificado, avaliação gratuita e encaminhamento assertivo.

Contamos com várias Unidades em Funcionamento no momento, respeitando a todas as normas de segurança e saúde estipuladas pelos órgãos públicos.


Em razão da pandemia do novo Corona vírus (Covid-19); algumas clinicas de recuperação em SP masculinas e femininas

estão recebendo pacientes, isso está sendo feito de acordo com a portaria 340 de 30 de março de 2020, publicada no diário oficial no dia 31 de março de 2020.

Tratamento esquizofrenia – Clínica de recuperação em São Paulo – Tratamento para dependentes químicos


Atendemos pacientes com diagnóstico de esquizofrenia em clínicas psiquiátricas para reabilitação de esquizofrênicos,

contamos com unidades para homens e mulheres.

Atendemos particular e alguns convênios médicos / planos de saúde.


Esquizofrenia – o que é?

A esquizofrenia nada mais é do que um distúrbio que afeta o modo da pessoa de pensar, sentir e se comportar com clareza, muitas vezes é

desenvolvida após o uso excessivo de drogas ou é potencializado por isso, e em razão disso,

as clinicas de recuperação de dependentes químicos tendem a aceitar pessoas que tem esse problema.

No entanto, quando a esquizofrenia está em grau de moderado para avançado, a melhor opção é procurar uma clinica psiquiátrica com foco nessas comorbidades.

Informações relevantes sobre essa doença
Mais de 150 mil casos por ano só no Brasil, e tende a aumentar com o passar dos anos, a medida que aumentam os números de casos de dependentes químicos.

O tratamento para esquizofrenia pode ajudar, mas infelizmente a doença não tem cura, assim como a dependência química

É uma doença Crônica, por isso suas consequências pode durar anos ou a vida inteira

Requer um diagnóstico médico e esse diagnóstico nem sempre é fácil.

Raramente requer exames laboratoriais ou de imagem, deve ter um diagnóstico preciso.

A causa exata da esquizofrenia ainda não é conhecida, mas o que podemos menciona é que ela assim como dependência química

é uma combinação de fatores, como genética, ambiente, estrutura e química cerebrais alteradas, tudo isso pode de fato influenciar.

A esquizofrenia é de fato caracterizada por pensamentos, hábitos ou experiências que parecem

não ter muito contato com a realidade, fala ou comportamento desorganizado e participação

um tanto quanto reduzida nas atividades cotidianas.

Além disso uma dificuldade de concentração e memória também são sintomas presentes no diagnóstico de esquizofrenia.

O tratamento costuma ser necessário por toda a vida da pessoa, e geralmente envolve uma combinação que incorpora medicamentos, psicoterapia

além de outros serviços de cuidados especializados.

A esquizofrenia é também caracterizada por pensamentos ou experiências que parecem

de fato não ter contato com a realidade, caracterizada por fala ou comportamento desorganizado

e, além disso, participação reduzida nas atividades cotidianas.

Outros fatores são a dificuldade de concentração e memória que também são sintomas.

Características:


No comportamento:

Algumas características são a agitação, além de agressão, automutilação, e outras consequências de comportamento compulsivo,

seguido por excitabilidade, hiperatividade, hostilidade, isolamento social,

apresentando movimentos repetitivos, repetição de palavras sem o menor sentido,

apresentando comportamento desorganizado, além de falta de moderação além de repetição persistente de palavras ou atitudes.

Na parte cognitiva:

Apresentam amnésia, além de confusão mental, atrelando a crença de que os pensamentos não são seus,

colaborando com a crença de que um evento que pode ser comum tem um significado

especial e pessoal, além de apresentarem delírios , desorientação, invenção de coisas, lentidão durante a elaboração de atividades ou outros transtornos de pensamento.

No humor – Clínica de recuperação em São Paulo – Tratamento para dependentes químicos

sentimentos e sensações de ansiedade, apatia, descontentamento geral,

apresentam despersonalização, além de excitação, perda de interesse, perda de prazer nas atividades, excessiva raiva,

entusiasmo demasiado ou resposta emocional inadequada a determinadas situações.

Sintomas psicológicos presentes:

Alucinação, como já dito anteriormente, delírio persecutório, delírio religioso, depressão, medo, paranoia, desconfiança ou ouvir vozes, conversar com as paredes.

Na fala, os esquizofrênicos apresentam distúrbio da fala, fala circunstancial, fala incoerente ou fala rápida e frenética sem pausas.

Também é comum: fadiga ou ilusões de grandeza, entre outros devaneios.

O tratamento para esquizofrênicos é feito por meio de terapia constante e do uso de medicamentos periodicamente.


O tratamento com introdução medicamentosa costuma ser necessário por toda a vida

e geralmente, tende a envolver uma combinação não só de medicamentos, como agregar a psicoterapia e serviços de cuidados especializados.

Medicamentos – Clínica de recuperação em São Paulo – Tratamento para dependentes químicos

Antipsicóticos:

Tem por objetivo diminuir ou melhora os sintomas de certos transtornos mentais.

Anti-tremor

Ajuda a controlar e diminuir os tremores, estremecimento e desequilíbrio de cada paciente.

Tratamentos – Clínica de recuperação em São Paulo – Tratamento para dependentes químicos

O Grupo de apoio – Narcóticos / Alcoólicos e Neuróticos Anônimos (entre outros)

Os grupos de apoio funcionam para contribuir com terapia e troca de experiências

entre pessoas, com uma condição ou objetivo que seja similar, como por exemplo a depressão ou perda de peso.

Reabilitação Neuropsicológica – como funciona:

A readaptação do raciocínio para melhorar o funcionamento não só físico e mental depois

de uma doença ou até mesmo uma lesão como, por exemplo, depois de uma pancada na cabeça, por exemplo.

Terapia cognitiva comportamental

Psicoterapia que consiste na substituição do que chamamos de pensamentos negativos e distorcidos por pensamentos positivos e mais precisos.

Psicoeducação – tratamentos complementares

o aprendizado empregado sobre saúde mental que também serve para apoiar, valorizar e dar autonomia aos pacientes de forma geral.

Terapia familiar para pacientes dependentes químicos e alcoólatras

Consiste no aconselhamento psicológico que ajuda também as famílias a resolverem seus conflitos e terem uma comunicação mais eficaz e asssertiva.

Terapia comportamental

Essa terapia que tem como foco uma modificação de comportamentos que são prejudiciais associados a um distúrbio psicológico.

Terapia de grupo – grupos de apoio

Tipo de psicoterapia que atua na qual o terapeuta trabalha com clientes em grupo, em vez de sessões individuais que ajudam muito na mudança de comportamentos e hábitos.

Especialistas responsáveis: -clinica de recuperação em São Paulo – Tratamento para dependentes químicos.


Psiquiatra

Responsável por tratar de transtornos mentais, principalmente com a introdução de medicamentos.

Psicólogo clínico especialista em dependência química.

Trata dos transtornos mentais, principalmente com psicoterapia aplicada individualmente ou em grupo

Clínico geral

Atua na prevenção, diagnóstico e tratamentos.


Clínicas Para Alcoolismo – Tratamento para alcoólatras


O consumo do álcool assim como o uso de outras drogas ilícitas é muito antigo, existem relatos do consumo de cerveja e vinho por muitas

civilizações muito antigas, como por exemplo na Grécia e Egito.

Outros tipos de bebidas alcoólicas, por exemplo, surgiram depois, com o processo de destilação.

Mesmo possuindo uma grande aceitação social, e sobretudo o e seu consumo ser estimulado pela sociedade

com propagandas apelativas, e a associação ao sucesso e as comemorações, o álcool é uma droga

psicotrópica que age no sistema nervoso central, sendo capaz de causar dependência e alteração no comportamento entre outros transtornos.

O alcoolismo tem poder de provocar uma série de transtornos na vida do dependente, fisicamente e psicologicamente, causando depressão do sistema nervoso,

desinibindo e sobretudo afetando o raciocínio do dependente.

Beber álcool de modo excessivo, pode provocar até mesmo o coma e sobretudo matar.

Outra coisa que não devemos deixar de mencionar, todavia, é que misturar álcool com medicamentos ou drogas ilícitas é altamente perigoso e pode ser fatal.

O álcool, sobretudo, pode influenciar o seu cérebro e gera uma perda de coordenação, além de reflexos mais lentos, bem como visão distorcida, lapsos de memória e desmaios.

OS EFEITOS A CURTO PRAZO DO CONSUMO DO ÁLCOOL:


Alguns dos efeitos a curto prazo do consumo de álcool é a forte sensação de calor, aparecimento de manchas vermelhas na pele,

o indivíduo passa a apresentar raciocínio lento, ausência de coordenação, fala arrastada ou enrolada,

pode apresentar ainda perda de memória e da capacidade de entendimento.

O uso excessivo de bebidas alcoólicas constantemente resulta em uma “ressaca”, que se caracteriza por presentes dores de cabeça, náuseas, ansiedade, fraqueza, tremedeiras e às vezes vômitos.

OS EFEITOS A LONGO PRAZO DO USO DE DROGAS E ÁLCOOL – Tratamento para dependentes químicos


No longo prazo alguns efeitos podem se fazer presentes na vida do dependente químico.

A tolerância a vários efeitos desagradáveis, como por exemplo no caso do álcool e a capacidade de beber mais.

Contudo, isso leva a uma série de estragos tanto na condição física e mental, que pode

de fato incorporar sérios problemas de saúde, ao fígado por exemplo e o crescimento do risco de doenças cardíacas.

No caso das mulheres grávidas, por exemplo, corre o risco de darem à luz um bebê com defeitos congênitos,

ou ainda, com problemas cardíacos, no cérebro e em outros órgãos vitais do bebê.

Uma pessoa de fato pode ficar dependente do álcool e sobretudo quando decide parar de beber de repente,

pode apresentar alguns sintomas de abstinência que podem aparecer a curto, médio ou longo prazo.

Os sintomar podem ser os mais variados possíveis, vão desde nervosismo, insônia, sudorese e falta de apetite até convulsões.

O alcoolismo sobretudo também pode levar à violência e conflitos nos relacionamentos interpessoais, o consumo de álcool está ligado a 80 por cento

dos casos de violência (seja ela doméstica, trânsito, etc).

TRATAMENTO DA DEPRESSÃO Clínica de recuperação em São Paulo – Tratamento para dependentes químicos


O ideal para tratamento de depressão são as clínicas psiquiátricas, no entanto, quando o dependente químico

tem indícios de depressão em conjunto com uso de outras substâncias, pode ser tratado em clinicas exclusivas para dependentes químicos, tudo vai depender

da avaliação inicial dos profissionais da clinica de recuperação em São Paulo.

Clínicas psiquiátricas que focam em tratamento da depressão, são unidades de reabilitação que possuem profissionais capacitados

e, sobretudo, deve ter excelente infraestrutura.

O grupo Bella Clinic atende homens e mulheres em unidades particulares a alguns convênios médicos em algumas unidades.

Clínica psiquiátrica feminina, clinicas de recuperação feminina
Clínica psiquiátrica masculina, clinica de recuperação alto padrão
Tratamento para Depressão

O tratamento para depressão é muito procurado, muito comum: Cerca de 2 milhões casos por ano (Brasil), potencializados agora nesse momento de pandemia.

O tratamento é feito com auxílio médico especializado, tem como tempo médio alguns meses, é recomendada a internação em alguns casos, mas requer diagnóstico médico prévio

Geralmente não são necessários exames laboratoriais para seu diagnóstico, por se tratar de uma doença psicoemocional.

CAUSAS:

Algumas das possíveis causas da depressão estão relacionadas a uma combinação de fontes biológicas além de fontes psicológicas e sociais de relação com a angústia.

De um modo geral, cada vez mais, as pesquisas estão deixando a entender que esses fatores podem

de fato acarretar em uma série de problemas na função cerebral, incluindo a atividade anormal de certos circuitos neuronais no cérebro.

A sensação relatada por pessoas que passam por isso é de uma persistente tristeza, que faz por consequência que a pessoa perca o interesse

em tudo gradativamente, que caracteriza a depressão, pode levar a uma variedade de sintomas físicos e comportamentais.

Estes sintomas podem incluir uma alterações no sono e do apetite, nível de energia, concentração, além de comportamento e / ou autoestima.

A depressão também pode ser associada a pensamentos suicidas, e leva milhares de pessoas a tentativas de suicídio.

O pilar do tratamento geralmente inclui introdução medicamentosa associada a psicoterapia ou uma combinação dos dois.

As pesquisas sugerem que de forma geral esses tratamentos podem normalizar a função cerebral associada à depressão.

Sintomas da depressão


Requer um diagnóstico médico, lembramos que embora possamos listar alguns comportamentos e características comuns, a depressão requer sempre uma avaliação médica.

Como mencionado anteriormente, algumas características são a sensação persistente de tristeza

associada a uma perda de interesse.

Sintomas comuns apresentados são alterações no sono, apetite, falta de energia, concentração deturbada, comportamento inadequado e baixa autoestima.

Alterações comuns:


No humor:

Apresentam ansiedade, apatia, sentimento de culpa, descontentamento geral, desesperança e falta de vontade,

mudanças repentinas de humor, perda de interesse na vida, perda de interesse ou prazer nas atividades corriqueiras, solidão, persistente tristeza, tédio ou sofrimento emocional.

No comportamento, apresentam agitação, em alguns casos, alto mutilação, choro frequente e em excesso, irritabilidade e isolamento social.

Da mesma forma, o sono fica desregulado, podem ter excesso de sonolência ou despertar precoce, um sono agitado, instável e insônia.

Nas funções cognitivas apresentam falta de raciocínio lógico, lentidão, baixa concentração e pensamentos suicidas em casos extremos.

Fisicamente alguns sintomas são a perda ou ganho de peso, fadiga, fome excessiva.

Abuso de substâncias ou falta de apetite, são sintomas muito comuns de pacientes que têm depressão.

Como funciona o tratamento para depressão? Clinica de recuperação em São Paulo


O tratamento consiste no uso de antidepressivos em conjunto com atendimentos psicoemocionais periódicos.

A fototerapia e os estudos para o tratamento da depressão:

Exposição à luz intensa usando um dispositivo chamado de câmara de luz, que imita a luz solar natural, tem sido muito utilizado no tratamento de depressão e os resultados

são bastante positivos.

Outra coisa que contribui muito para o tratamento são as terapias familiares, através de aconselhamentos psicológicos, colaborando para que as famílias resolvam

de forma ampla seus conflitos e alinhem a comunicação para que seja mais eficaz.

Clinica de recuperação em São Paulo – Tratamento para dependentes químicos – Tratamento de transtornos mentais

Os transtornos mentais, precisam de tratamento assim como qualquer outra comorbidade proveniente do uso de drogas e álcool.

Esses podem resultar por vários fatores como por exemplo:

Alterações no funcionamento e na química do cérebro;

Fatores genéticos e hereditários que devem ser avaliados por profissionais de saúde mental

A partir de perdas, lutos, desilusões, frustrações e sofrimentos psíquicos e físicos que venham a desequilibrar o emocional, como o caso de uso de drogas e álcool por exemplo

Através de agressões psicológicas e física, e outros traumas

A própria personalidade do indivíduo.

Estresse

Por estes motivos citados acima, sobretudo podemos confirmar que os transtornos mentais

e psicológicos não possuem de fato uma causa específica, mas que são formados por vários fatores.

Para dúvidas e maiores esclarecimentos entre em contato com a nossa equipe, todos os dias em prontidão para melhor atende-lo!