Nosso Tratamento Para A Dependência Química

Os princípios fundamentais que regem as nossas Clínicas de Reabilitação / Recuperação  são: o  AMOR SEMPRE, DISCIPLINA, ESPIRITUALIDADE, RESPONSABILIDADE, TRATAMENTO HUMANIZADO, LIBERDADE, e TRABALHO, visando diretamente as mudanças de comportamento necessárias para uma melhor qualidade de vida relacionada a todos os aspectos de vida e da vida de seus familiares e amigos também.

No caso da dependência de álcool, jogo ou drogas, é comum a pessoa apresentar comportamentos como irritabilidade, agressividade, atitudes de isolamento temporário ou, por outro lado, exposição a ambientes de alto risco (como estar em áreas não seguras das cidades, interagir com algumas pessoas envolvidas diretamente com o tráfico de drogas e medicamentos sem receituários, ou se engajando em atividades ilícitas para sustentar a dependência).

Tais sintomas da doença são bem comuns e se manifestam com menor ou maior intensidade podendo variar de pessoa para pessoa, conforme o nível de dependência que o indivíduo se encontra. Assim, quanto mais avançado o nível, mais o dependente químico torna-se incapaz de responder às expectativas e responsabilidades, seja nos estudos, no trabalho, relações ou papéis sociais, aumentando riscos para si e para pessoas a sua volta.

O tratamento da dependência química em nossas clínicas reúne etapas importantes, como: desintoxicação física; psicoterapia individual e em grupo; ressocialização, na qual o paciente é preparado para o retorno ao lar e a sociedade.

Perfil Do Dependente Químico

O primeiro e mais importante passo no tratamento que nós oferecemos é a avaliação inicial do paciente: além, obviamente, de um exame da situação clínica do recuperando, será necessário investigar as áreas de funcionamento do indivíduo (familiar, ocupacional, social, médica, psiquiátrica, forense, entre outras…). Para isto a necessidade dos exames laboratoriais, que hoje são exigidos até mesmo por lei você sabia?

Com uma base nesta primeira avaliação do paciente, podemos determinar o grau de comprometimento do paciente com a dependência química ou o alcoolismo, ter uma primeira ideia de seu engajamento com o tratamento obtendo desse modo seu perfil.

Projeto Terapêutico das nossas clínicas de reabilitação

No caso do alcoolismo temos toda a atenção voltada para a S.A.A (síndrome de abstinência alcoólica), síndrome esta que no caso do álcool pode evoluir para complicações mais graves.

Nosso Projeto Terapêutico trata a doença do alcoolismo em todas as suas variáveis: doenças relacionadas, auto-estima fragmentada, comprometimento da atividade cerebral, e outras complicações causadas pelo consumo do álcool. Buscamos, por meio de um treinamento de habilidades sociais, técnicas e estratégias, levar o cliente a entender sua realidade interior, resgatar sua auto-estima, e assim se reajustar à sociedade. Resgatar a saúde psíquica e emocional é o nosso foco, motivando o cliente na reestruturação sua vida, adotando novos hábitos, saudáveis e produtivos, criando assim relações sociais estáveis.

Fases da recuperação na clínica de reabilitação

Primeira fase da reabilitação: Desintoxicação física
Em nossa Comunidade Terapêutica, o primeiro passo é o processo de ajuda ao dependente químico na fase da desintoxicação e síndrome da abstinência; contamos com diversos profissionais para esta etapa que é a mais dolorosa para o dependente químico.

Segunda fase da reabilitação: Reabilitação psicológica do paciente
Para a continuidade do tratamento do dependente químico e do alcoolismo, não basta parar com o consumo das drogas ou do álcool, precisamos resgatar no dependente químico a capacidade de pensar com clareza, estimular seu desenvolvimento e sua auto-estima. O dependente químico ou o alcoólatra precisa descobrir que existe uma maneira saudável de viver sem as drogas; esta é a principal fase do tratamento.

Terceira fase da reabilitação: Reinserção social do dependente
Nesta fase do tratamento, o dependente químico volta a ter contato com a sociedade, desta vez com uma visão positiva da vida. Durante este período o recuperando faz visitas terapêuticas, retornando ao convívio com os familiares. Em seu retorno a comunidade o dependente químico trabalha com a equipe as dificuldades encontradas até atingir o equilíbrio necessário para uma vida saudável.