Sobre a dependência química e clinicas de reabilitação

A gente não pode se afastar disso no falar dos fatores de risco e proteção para o desenvolvimento da dependência química. Falar das comodidades e conceitos que eu acho importante.

Qual é a capital de recuperação ele familiar as possibilidades de tratamento o planejamento e tratamentos que a maioria de nós fazemos que é o gerenciamento psiquiátrico no caso da dependência química pessoalmente álcool e cocaína eu acho que nós somos gerente médicos de uma doença ou de várias doenças psiquiátricas.

E no caso vão falar que mais de uma doença no grupo de doenças que são relacionadas às dependências Eu acho que o que costuma fazer no corpo das pessoas não entender.

Qual foi o desenvolvimento dessa pessoa? Está na minha cabeça, eu tenho a dizer qual é a linha da vida dessa pessoa fazer como foi é porque a dependência química vai ser inserida dentro de um desenvolvimento de uma pessoa na. Ela surge do nada então quanto mais a gente entender esse desenvolvimento melhor para você contextualizar o aparecimento então eu faço na minha cabeça e às vezes.

Clínicas de reabilitação e dependência química 2

Literalmente, uma página linha da vida das pessoas devido às vezes para prefeito prático e até para o próprio paciente se focalizar. Eu divido em uma duas ou três blocos de tempo essa pessoa tem 30 e poucos anos fala vamos dividir a sua vida em 3. o até os 10 anos dos 10 aos 20 dos 20 aos 30 pessoas têm 60 anos 70 ser um pouco maior no tempo mas eu tento fazer isso de uma forma bastante sistemática e sempre o que é naturalmente a pessoa quer falar de tudo.

No E às vezes se perde em informações então eu tento conversar até os 10 anos de vida que teve realmente é importante na sua vida como era sua vida familiar como é que foi seu desenvolvimento da escola.

Qual foi a sua adaptação na escola você tem que tentar já nesse bloco tentar entender quais eram os fatores de risco e proteção para essa pessoa Que tipo de família ser uma família protetoras família que tinha um bom monitoramento essa relação dos Pais era uma relação sinto.

Nica Qual é o clima que essa pessoa tinha se tinha parentes com dependência química ou com outro transtorno mental você fazer uma avaliação desse tipo de fatores que possam proteger a pessoa ou eventualmente identificar os fatores de risco na infância se não vai bem na escola n se teve algum indício transtorno de atenção défice de atenção com dependência química é muito grande.

AC então faz parte da cabeça sem reboco Professor casos muito graves pessoas já passaram por vários tipo de tratamento é comum as pessoas os funcionários quer dizer às vezes não estão atentos para comodidade que possa ter contribuído o aparecimento de dependência química então eu coloco uma uma lente de aumento assim nesse primeiro momentos.

Porque quanto mais se olha mas se acaba achando uma infância com algum tipo de sintoma de você pode não fazer o diagnóstico é que você começa a identificar esses fatores de risco e proteção Então acho que a ideia principal Madrid vs aí de você realmente colocar uma lente de aumento a primeira infância inicialmente e depois caminha para adolescência o que é quando a maioria dos pacientes começam usar substância ou experimentar com substância.

Clínicas de recuperação e dependência química 2

SP Clínicas Bella CLinic

E aí você tem que entender a motivação Inicial no E nem sempre você consegue identificar um fator Adeus às pessoas aos pacientes querem fazer isso porque que comecei a usar drogas na minha cabeça eu não acredito que tenha uma explicação única no Não tenho motivo às vezes é difícil falar teve um gatilho para se a pessoa usar drogas entre fatores de risco e fatores de proteção literatura é muito forte nesse sentido de você saber se a pessoa é fator de Proteção Para Além de todas que eu já falei que tem envolvimento religioso envolvimento com Esporte tem um desempenho bom Esporte desempenho bom na escola no são fatores de proteção o contrário disso que envolve fatores de risco.

Então você tentar exibir os a esses fatores o que vai determinar se a pessoa vai ou não vai experimentar com drogas na primeira infância é esse balanço por isso que infelizmente nenhum adolescente tá livre estação até da continuidade de uso de substância.

Essa é a aflição e deve ser uma aflição infelizmente para todos nossos pais mensagem poder jurar por Deus que nossos filhos não vão experimentar ou não vão continuar a usar drogas e infelizmente não é verdadeiro a gente vai ter que estar sempre estimulando as crianças fatores de proteção e tentar diminuir ao máximo os fatores de risco e aí obviamente onde os programas de prevenção deveriam da gente os problemas mas sofisticados e prevenções que tão dando mais certo no fundo são fazer isso numa comunidade ou numa escola e fazer diminuir os fatores de risco e aumentar os fatores de proteção.

Clínicas de reabilitação / recuperação e dependência química 3

E no fundo o programa de prevenção da das nossas famílias e dos nossos filhos crescer está fazendo é no fundo tentar comentar no cultivar os fatores de proteção dos nossos filhos e tentar diminuir ao máximo esse fatores de risco acessar famílias preocupados com o fator de risco por exemplo o que é mais comum lá meu filho.

Não quero ele com as más amizades com as companhias Lógico que é o tipo de grupo social que um adolescente se envolve é um fator de risco pode ser um fator de risco pode ser um fator de proteção metano esconde valores religiosos o valores esportes o valores de futuro valores acadêmicos e desvalorizar o desempenho acadêmico a vida cultural são fatores de proteção pelo contrário são valores que te desafio de experimentação média de valores de vida noturna eu.

Aviamentos seriam fatores de risco então por isso que o que pode ser proteção e risco ele é pode ser o que pode ser proteção no memento se transformar em risco rapidamente o grupo social pode ser um grupo social protetor mas o próprio grupo pode se transformar para o grupo da escola que pode ser um grupo protetor inicialmente mas a própria desenvolvimento da adolescência pode mudar e virar fator de risco existe uma dinâmica rápida nem somente no período da adolescência na história.

Clínica juiz tem que estar atento a esses fatores no Eu menti na adolescência é um período em que os valores mudam mas você conversar com crianças de 10 11 anos assim valores muito forte contra o cigarro por exemplo A1 A1 poucas semanas atrás eu fui dar uma aula no colégio do meu filho eu não costumo fazer isso que eu lembro eu não gosto muito acho que não tem linguagem para falar com 30 40 crianças não só acho que sou meio parietal meio velho para falar para o meu filho pediu eu fui lá falar lá com o tema 50 crianças de 10 anos eu nunca vi um grupo de autismo mais violento do que aquelas crianças, ele tinha uma visão assim antes cigarro e álcool muito forte a senhora mais radicais do que ela ter relação a isso aí muito bem informados para minha surpresa Martinho feito uma atividade na escola e.E.

Clínicas de reabilitação e dependência química 4

Por um lado Ficou claro isso não que a criança dessa idade Presidente testo cigarro lá ele detestam ao centro é isso lembrar-me a mesma criança que tá falando uma coisa hoje às vezes 23 anos nessa fase de transição da adolescência para adolescência pode mudar minha taticamente é então a lógica eu quero que tem essas atitudes desejar.

Mas a gente não pode achar que isso vai continuar sem mudança de qualquer forma não adolescência alimentação na pessoa que começa a experimentar drogas na adolescência.

O que são várias coisas que vão mudando primeiro que o grupo dela se ela começa a experimentar grupo facilitador a experimentação ela usa uma barreira na experimentação porque a gente não pode esquecer que a maioria dos adolescentes não usam drogas a gente não pode perder essa perspectiva é a maioria dos adolescentes não bebem sessenta e poucos por centro 70% dos adolescentes não bebe a maioria dos adolescentes o meu ciclo foi de 1517% que bebe Quando bebe, muito acho que esse é o problema mas falar que todo adolescente bebe todo adolescente usa drogas não é verdade pode cair nessa armadilha no estoque elas ficam começando a experimentar elas vão cruzando barreiras e a própria socialização deles vão mudando então elas vão com tendência de ficar com grupo que toleram estimula o cultivo e uso de drogas.

Clínicas de reabilitação e dependência química 5

Então vai ter uma forma ou o grupo social Agudos 3 conectando daqueles adolescentes que não usam drogas e tem valores antidrogas a primeira multiplicação que eu acredito que vai acontecendo nessa faixa etária falar que uma coisa importante do ponto de vista biológico ciência é um período onde o cérebro está se modificando cérebro do Adolescente até os 21 a 25 anos é um período de intensa modificação cerebral

Jogos de ouro cientistas chamam de poda neuronal que no fundo é o cérebro do Adolescente ele está se preparando para se transformar no cérebro adulto Então vai perdendo por um lado a toda árvore neuronal que existe no cérebro da criança e do adolescente.

Ainda e o Cérebro vai se especializando esse é um processo intenso na que começa do cérebro de trás pro cérebro na frente apontador essa pode ter um adolescente que joga bola maravilhosamente que nem será o Ney mar de São Paulo Litoral Ney mar casa de futebol.

Clínicas de reabilitação e dependência química 6

Lista maravilhoso quer dizer aos 16 anos já trava jogando futebol com ninguém então a parte motora absolutamente amadurecido e sofisticada mas a parte do pensamento do planejamento no controle impulsivo é a parte que se desenvolve mais posteriormente ao redor de 21 a 25 anos fundamental para a gente entender o período de maior risco que é adolescência dependência da adolescência ser mais impossível não ter tanto planejamento ter muito críticas e não achar que nada vai acontecer com ele e o cara mais velho Pensador mais ágil menos impulsivamente porque o cérebro amadureceu para ter esse tipo de comportamento esse conceito do neurodesenvolvimento é importante para a gente primeiro também seu ponto de vista mais global é por isso que eu sou vil