Tratamento da dependência química quem somos

Internação involuntária para dependente químico em clínica de reabilitação que que você acha disso muita gente tá falando, dessa história de internação involuntária para dependente químico pode não pode internar.

Clínicas de reabilitação em São Paulo você encontra por aqui!

O Felipe menegoni ele pediu para gente falar sobre internações, involuntárias sobre esse tipo de tratamento que é bem a calhar Porque tem

uma lei nova né sobre isso se escreve aqui no canal antes, de explicar aciona o alerta porque tem vários vídeos sobre esses temas sobre transtornos.

Mentais sobre internação da ética na psiquiatria Então fica sabendo das novidades Quando você se inscreve e aciona os alertas do YouTube,

especificamente sobre a internação involuntária dos dependentes químicos Por que que esse tema voltou a cena o atual governo. Ele propôs uma lei

sobre a o tratamento de dependentes químicos as políticas para o

tratamento de dependentes químicos e na lei está previsto que quando a pessoa não tem discernimento. Quando a pessoa não tem o auto-controle

enfim quando a pessoa tem uma dependência tão forte que dificulta o prejudica a lei a sua liberdade de decidir ela pode ser internada,

involuntariamente a lei de drogas. Então ela prevê os tipos de internação voluntária involuntária e compulsória voluntária, quando a pessoa consente

por escrito ela assina o termo que ela aceita ser internada involuntária. Quando a pessoa não Assina o termo ela não precisa se recusar ativamente

ela pode simplesmente está desacordada por exemplo, não assinou termo Isso é uma internação involuntária ou ela pode se pode botar fora de ser

também, a assinatura dela não vale é uma internação involuntária ou quando a internação é determinada pela justiça aí era chamada de

Clínicas de recuperação em SP é a nossa especialidade

internação compulsória tudo bem fazer isso com dependente químico o vale não vale pode eu fiz uma análise dessa lei e cheguei à seguinte,

conclusão não era preciso estar escrito isso na lei porque você é contra a internação involuntária ou Por que você acha que todo mundo tem que ser

internado contra a vontade não nem uma coisa nem outra é porque a previsão de internação involuntária na psiquiatria já existe no Brasil. aliás

no Brasil em vários países do mundo no mundo inteiro praticamente existe a previsão de que fazer com uma pessoa que precisa se tratar mas não

entende que precisa se tratar justamente por causa do problema que ela deu para entender um pouco confuso né a pessoa tem um transtorno,

mental esse transtorno mental ele precisa de tratamento está colocando a vida dela em risco ou a vida dos outros em risco ela não tem a compreensão

que ela precisa se tratar. E aí que que você faz com essa pessoa está previsto na lei 10216/2001 no Brasil que tem analogia com essa lei no mundo inteiro

de que eventualmente você pode internar as pessoas mesmo que elas não consegui então com isso é uma medida extrema é uma medida que a gente

evita é uma medida que não pode ser abusada mas às vezes ela é necessária e não é de um governo autoritário não é de um país O que é uma pessoa do

discernimento e que às vezes elas não consentem com o tratamento eu lembro de um episódio do Plantão Médico lembra do que arpão médico e aí

o uma pessoa chega e ela tem criptococose tem uma infecção fúngica e a tagita da meningite fúngica e a Vanessa ela não queria ser tratada e tava

brigando com todo mundo queria fugir do hospital e o médico Carequinha lá que nome ele vai e trata ela na marra você vai ser processado.

Então, porque eles não voltar lá na barra porque ela está se recusando em função da doença aí vai dar o remédio e tal e no final das contas a pessoa melhora

e agradece Doutor. O senhor me salvou, E aí todo mundo falar olha só você fez a decisão certa se realmente isso acontece não é muitas vezes na

verdade na malha internadas por um transtorno mental contra a vontade no final das contas elas percebem depois que elas melhoram que de fato

elas precisavam ter sido internadas elas precisavam se tratar agradável elas não falam assim oi tudo bem É traumático é um problema mas elas,

Encontre o tratamento ideal para dependentes químicos ou alcoólatras em São Paulo

percebem que realmente elas estão se tratar e não estavam caindo a ficha não tava percebendo não tava entendendo a necessidade daquele

tratamento porque estavam doentes ou porque são muitos sintomas não isso a gente quer ter como todo e a dependência química é um transtorno

mental é o trator não como a pessoa perde a liberdade de usar a substância ela não consegue não usar naquela usa Por que que é recreacional mente os

advérbios em quando a pessoa perde a liberdade ela se torna dependente ou seja se a dependência química faz parte de um transtorno mental a

possibilidade de internação involuntária se a doença fica tão grave que faz a pessoa perder o controle sobre a sua vida já está dando a lei na lei 10.216 não precisava na lei de dependência química voltar ao assunto qual é a

dificuldade na dependência química eu acho que é por isso que o atual governo colocou isso na lei de dependência química a dificuldade é a

seguinte quando a pessoa tem um transtorno mental que ela perde a noção que ela acha que tem demônio dentro da cabeça dela que. Os marcianos estão falando e ela perde a capacidade de discernir a realidade fica mais

fácil entender que ela precisa ser internada contra a vontade porque ela não tá entendendo né ela não tá percebendo a realidade dos fatos Então ninguém discorda muito que essa pessoa vai passar sem ter nada o

problema é quando a doença mental ou transtorno mental atingir não discernimento mas o auto-controle então a pessoa disser na realidade ela

sabe o que é o que não é ela tem juízo de realidade preservado mas ela perde o auto-controle que é justamente o caso da dependência química a

pessoa sabe que ela tem um problema ela sabe que ela é viciada ela óleo no seu entorno ela ver e os prejuízos que ela tem umas ela não consegue

Tratamento para dependentes químicos e alcoólatras SP

refrear-se impulsão não consegue deixar de usar e Aí surge a dúvida será que a pessoa está usando porque quer então a pessoa disse não eu não

quero parar de usar eu quero continuar usando o mesmo com esses prejuízos todos ou será que o discurso de ela querer continuar usando é

porque ela realmente a perder o controle às vezes até as pessoas falam eu queria parar mas não consigo e às vezes fica no meio termo assim ela disse

que não queria parar mas ela tem tanto prejuízo. Ela tá morando na rua e dizendo que não consegue parar perdeu a família perdeu os filhos Perdeu o

emprego e Será que se eu não quero parar já não é um próprio sintoma da dependência muito intensa não se o dependente químico está lúcido

racional e tem a possibilidade de dizer não quero parar quero continuar usando drogas e essa decisão é livre não está sendo motivada únicas coisas

na mente para dependência Teoricamente a gente deveria respeitar a decisão deste dependente químico e não tá lá não tem gente que não vai

querer se tratar e essa esse desejo distorcido pela dependência química ele falou eu sei que eu não consigo parar mas eu também não quero tentar E aí

que você faz agora também você tem que deixar a pessoa continuar usando droga no Polo oposto quando a pessoa diz que não quer parar mas

ela tem uma perda de auto-controle tamanha que ela não consegue por conta própria decidir livremente você estaria autorizado pela lei a internação contra vontade para tratá-la contra a vontade os dois casos

podem acontecer na prática existe gente de todos os jeitos o que eu acho que o governo coloca na lei de dependência química a possibilidade de

internação involuntária porque ele está querendo reforçar o segundo caso tá bom que tem gente que precisa se tratar mas não quer que a gente teria

que respeitar mas decidi eu não vou falar eu vou falar daqueles que realmente eu vou poder internar na marra para colocar na lei né já tá

Clinica de recuperação masculina em SP

previsto no nosso ordenamento jurídico mas a optar por colocar o Governo está querendo reforçar que existe essa possibilidade E aí que que a gente

decide no final das contas Daniel. Ele tá certo ou errado pode ou não pode a minha conclusão é uma só você se tratar mesmo contra a vontade é tão

prejudicial quanto você Proibir a internação involuntária de um paciente dependente químico Então eu acho que essa esse recurso da internação

compulsória da internação involuntária ele não pode ser nem proibido porque tem gente vai precisar e nem pode ser obrigatório porque tem gente

que não vai precisar como sempre avaliação precisa ser individualizada precisa ser caso a caso por um profissional responsável esse é outro

daqueles temas que dão margem a muita polêmica Então queria ouvir a sua opinião deixa aqui nos comentários. O que que você acha Qual é a sua

posição se acha que tem que ser obrigatório proibido se acho que tem que ser uma possibilidade para cada caso é um caso e fazer como Felipe deixa

que só pergunta que com o tempo a gente responde lembra de dar uma procurada aqui no canal porque tem outros vídeos sobre internações

compulsórias sobre dependências químicas e até sobre tratamento de dependentes