Tratamento de dependentes químicos

Clínica de recuperação no Mato Grosso do Sul

CLINICA DE RECUPERAÇÃO NO MATO GROSSO DO SUL

CLINICA DE RECUPERAÇÃO E REABILITAÇÃO NO ESTADO DO MATO GROSSO DO SUL
TRATAMENTO DE DEPENDENTES QUÍMICOS


Somos a Bella Clinic , um grupo especializado na atuação  no mercado de clinicas de reabilitação em todo o Brasil .

Temos em nosso portfólio  uma grande variedade de clinicas de reabilitação , selecionadas entre tantas ,

para dependentes químicos e alcoólatras em todo território Nacional .

Caso necessite uma internação para você , ou um membro de sua família , venha  conhecer uma clínica de recuperação no Mato Grosso do Sul ,

basta entrar em contato conosco a qualquer momento do dia ou da noite .

Temos uma central  de atendimento ativa  todos os dias , incluindo fins de semana e feriados , 24 horas por dia .

Atuamos com clínicas de reabilitação para dependentes químicos e alcoolismo  em todos os estados , e sobretudo, temos as opções  para vários padrões ,

tendo em nosso catálogo  clínicas exclusivamente masculinas , clinicas femininas  , assim como clínicas mistas , isso além de algumas especializadas contudo no tratamento de menores ou idosos , fornecendo uma especial para cada caso .

Qual a diferença de uma clínica Mista?

Uma clínica mista  de reabilitação no Mato Grosso do Sul abriga tanto homens como mulheres , que convivem no espaço comum durante o dia todo ,

mas que , no entanto se separam de fato em dormitórios , que são exclusivamente masculinos ou femininos .


Como funciona uma internação ?


Algumas unidades  das clínicas de reabilitação no Mato Grosso do Sula , aceita pacientes para reabilitação 

de dependentes químicos bem como  alcoólatras , que tenham desenvolvido outras doenças sobretudo relacionadas através da dependência química .

Para que acolhamos um paciente , temos 3 tipos de internações :

– A internação voluntária , essa é a mais comum , e que tem a maior incidência , ocorrendo quando o paciente ou a família

pedem a internação com a anuência ( concordância ) do dependente químico . A grande vantagem nesse tipo de internação ,

é que nesse caso , o paciente já percebeu o mal que a doença vem lhe causando , e se mostra disposto ao tratamento

de uma maneira geral , aceitando os métodos colocados pela clínica , gerando assim , um aproveitamento muito melhor do aprendizado ao qual vai ser submetido.

A  internação involuntária, que é quando a família pede a intervenção , mesmo quando o dependente não se mostra disposto a ser tratado .

Por não aceitar ficar internado , é necessário um trabalho mais complexo para que este aceite sua recuperação , e geralmente , inicia o tratamento em um grupo separado dos

voluntários .

De acordo com nossa experiência , de fato, na maior parte das vezes , este paciente , após conhecer a clínica e o pessoal ,

passa sobretudo a aceitar normalmente o tratamento , e ser colaborativo , o que se torna muito positivo tanto para a clínica , como para o paciente .


– A  internação compulsória é contudo uma terceira modalidade , mais rara , e que ocorre por determinação da justiça , quando se trata de casos especiais .

Sobre a internação involuntária , essa , anteriormente , necessitava da autorização de um juiz , porém  foi alterada em virtude da lei 13.840/19 ,

que permite a internação a pedido da família , responsável legal , ou na falta deste , de servidor da saúde ou de assistência social ,

ou integrantes do Sisnad ( Sistema Nacional de políticas anti drogas ) .

Em caso deste tipo de internação , é necessário que  todas as internações e altas deverão ser informadas ao Ministério Público, à Defensoria Pública

e a outros órgãos de fiscalização do Sisnad em 72 horas. Isso de acordo com a Agência Câmara Notícias .

MÉTODO DE TRATAMENTO – CLÍNICA DE REABILITAÇÃO NO MATO GROSSO DO SUL

COMO FUNCIONA O TRATAMENTO EM REGIME DE INTERNAÇÃO
MÉTODO DE TRATAMENTO – UMA PROPOSTA PARA SE LIBERTAR DA PRISÃO DAS DROGAS

O método de tratamento em uma clínica de recuperação para dependentes químicos no Mato Grosso do Sul, assim  como ocorre sobretudo

em todo território nacional tem , normalmente um padrão geral, sendo que algumas, por exemplo, alternativas terapêuticas opcionais podem então serem inseridas na rotina dos dependentes químicos em recuperação .

O objetivo delas é o de  promover o autoconhecimento , que causa o entendimento sobre a doença da dependência

química e sobre como agir diante das situações rotineiras as quais ela envolve , e quando o  paciente identifica

pontos que antes eram imperceptíveis e obscuros  e passa a ter novas possibilidades de atitudes que antes não eram , então , conhecidas .


O foco na conscientização e reestruturação do paciente a ser recuperado  é sempre  objetivo a ser trabalhado por uma clínica de reabilitação .


Os centros terapêuticos , estrutura

COMO É A ESTRUTURA DE UMA CLÍNICA DE REABILITAÇÃO
ESTRUTURA – CLINICA DE REABILITAÇÃO NO MATO GROSSO DO SUL

Geralmente são estruturados por um departamento administrativo que coordena as ações , e que contam ,  além de equipe multidisciplinar

que atua sobretudo diretamente como paciente . Basicamente a equipe é composta por profissionais especializados que são  psicólogos , terapeutas , médicos  psiquiatras ,

coordenadores , terapeutas ocupacionais , profissionais de P.N.L., enfermeiros Padrão , auxiliares de enfermagem , monitores 24 horas , todos focados no

tratamento do paciente .

Algumas clínicas de recuperação no Mato Grosso do Sul mantêm em sua equipe vigilantes , dia e noite  em seu espaço , e muitas delas oferecem de fato outros

especialistas terapeutas , propondo assim um maior leque de alternativas para o benefício do interno . Fora isso , especialistas de outras áreas podem compor

o quadro de colaboradores , todos focados no bem estar e na evolução do tratamento do dependente químico a seus cuidados .

No que se refere à  infra estrutura geralmente as unidades ficam localizadas em espaços mais isolados , com presença de muito espaço

verde para um contato com a natureza , o que torna o lugar mais tranquilo e agradável  e possuem áreas de lazer , algumas com

salão de jogos , espaço para leitura , sala de tv , refeitório , cozinha , consultório para atendimento individual , espaço para reuniões e

trabalhos em grupo , e algumas opções diferentes, dependendo das propostas oferecidas por cada uma .

Os  ambientes agradáveis em contato com a natureza , ajuda muito no que se refere à tranqüilidade , baixo nível  de ruídos ,

o que ajuda na manutenção de um sono reparador para o paciente , o que colabora para uma reabilitação nas clínicas de Recuperação no Mato Grosso do Sul bem mais eficiente , assim

como o bem estar do paciente , de um modo geral .

É preciso salientar que em uma estadia em uma clínica de reabilitação no Mato Grosso do Sul o mais importante no

trabalho com um dependente químico internado não é promover o isolamento ou reclusão , pois se trabalha muito a

interação e socialização com outros dependentes químicos que passam pelos

mesmos problemas é de muita ajuda  no trabalho de  reabilitação do dependente químico e em sua reinserção social .

O compartilhamento de experiências é de fundamental importância no tratamento .

CUSTOS DE UMA INTERNAÇÃO


A política de preços de uma internação em clínica de recuperação no Mato Grosso do Sul é praticada mediante localização , acomodamento , quantidade de internos , bem como opções de alternativas

oferecidas por cada instituição , sendo que os preços das clinicas de reabilitação podem variar muito , e você

poderá encontrar clínicas a partir de 600 reais , e com uma grande variação , podendo chegar a 40 mil , ou mais .

Lembramos que muitas clínicas hoje aceitam pagamento através de pagamento por convênios médicos , o que pode

facilitar muito quando da necessidade de internação por uma pessoa de sua família .

Consultem clínicas de recuperação do Mato Grosso do Sul que aceitam planos de saúde com a nossa central . Algumas aceitam Bradesco , Porto Seguro , Amil , Unimed Nacional , Unimed RJ , e alguns outros ,

o que pode ser informado por nossos atendentes .

Também existe a modalidade de internação gratuita , e que se torna mais difícil , devido ao número de famílias

que a procuram , assim como vagas sociais fornecidas por várias unidades . O critério para aceitar pacientes que

necessitem tal forma de tratamento ficam a cargo do Estado , ou da disposição dessas vagas em clínicas particulares .


Outro fator importante que é preciso saber , é o que o tratamento básico , em geral , é o mesmo  , tanto em

uma clínica para tratamento de dependência química mais simples , como em uma de alto padrão .

As variações de preço se baseiam no diferencial oferecido pelas mais caras , como acomodação do paciente , sobretudo

instalações da clínica , número de refeições , cardápio . infra estrutura diferenciada , localização e ouros serviços , que necessitam de um maior

número de pessoas empenhadas no trabalho de recuperação ,  o que altera o custo do tratamento e das folhas de pagamento das empresas .

Não há como  a manutenção do mesmo preço para um paciente com um quarto exclusivo ou outro que compartilha o espaço com mais 3 pessoas .

Essa é uma situação lógica . Da mesma maneira , as refeições mudam o custo em uma clínica que mantém um cheff de cozinha de outra onde os pacientes são

cozinheiros em um trabalho de laborterapia adotado por algumas unidades .

De toda maneira temos que levar em consideração o trabalho par a recuperação , o cronograma , e a disciplina em

relação a horários de atividades recreativas ou de lazer articulados com horários de atendimento médico , psicológico ,

psiquiátrico , ou mesmo de palestras , terapias em grupo , ou grupos de

compartilhamento de sentimentos e ajuda mútua , que são muito importantes para a realização de um programa complexo na busca da resuperação total d paciente .

DEPENDÊNCIA QUÍMICA, UMA DOENÇA CRÔNICA – CLÍNICAS DE REABILITAÇÃO NO MATO GROSSO DO SUL

A  Organização Mundial da Saúde ( OMS ) , considera a dependência química como doença crônica , primária e fatal , onde esta está 

classificada entre os transtornos psiquiátricos . Crônica significa que não tem cura , mas tem tratamento , e depende do dependente químico no seu controle . è , portanto , uma doença que

pode ter seus sintomas sob controle , mas cabe exclusivamente ao paciente ter consciência e evitar as recaídas , para isso serve uma internação ,

onde ele é desintoxicado , e posteriormente vai ter todo um trabalho de aprendizado para lidar com cada situação que

venha a aparecer futuramente . Além de ser um problema de saúde , também se torna um problema social ,

que envolve famílias , trabalho e vida social de uma maneira geral , pois todos ao  seu redor  sofrem com a  doença , e não só o dependente químico .

O único tratamento para a dependência é a abstinência , ou seja , o afastamento , por completo , das drogas .

É o que o adicto vai aprender durante todo o período de permanência em uma clínica de reabilitação no Mato Grosso do Sul .

Como parte do programa de ressocialização há o aprendizado de se evitarem as recaídas , em um processo de prevenção , do qual faz parte a participação do

paciente , após o tratamento , de grupo de ajuda , como o AA ou o NA , assim como o Amor Exigente . Estes grupos devem também serem freqüentados

pelas famílias dos dependentes químicos , para que entendam o processo da doença e para que evitem se manterem doentes também ,

pois em um lar com um dependente , todos se tornam também doentes , é a chamada co-adicção , que contudo pode ser entendida nestes grupos , assim como aprender a participação mo

tratamento .

Caso tenha alguma dúvida , ou precise encontrar uma clínica para tratamento de dependência química  ,

entre   em contato conosco para maiores informações de clinicas de reabilitação no Mato Grosso do Sul.