clínica de recuperação em SP

Clínica de reabilitação em São Paulo – SP Dependência química saiba tudo sobre como funciona o tratamento através de uma clínica de reabilitação!

QUEM SOMOS? O GRUPO BELLA CLINIC É UM GRUPO ESPECIALIZADO NO ENCAMINHAMENTO DE DEPENDENTES QUÍMICOS À CLÍNICAS DE REABILITAÇÃO EM TODO O BRASIL!

O tratamento da dependência química é muito complexo, sobretudo por essa doença ser complexa.

LEIA TAMBÉM: UNIDADES DE CLÍNICAS DE REABILITAÇÃO 

Clínicas de reabilitação em São Paulo – Clinica de recuperação em SP Tratamento para dependentes químicos e alcoólatras em quase todo o Brasil, as melhores clínicas de reabilitação estão aqui!

Todavia, é possível tratar e conseguir resultados extremamente relevantes.

Através da terapia Individual utilizada em nossas unidades, é possível alcançar como objetivo

não só o tratamento da doença da adicção (dependência química) propriamente dita, mas também,

tratar alguns transtornos mentais como por exemplo a depressão, ou o transtorno de ansiedade generalizada,

Trata ainda o transtorno do pânico, fobia social, TOC, problemas psicológicos causados pela agressão sexual, ou então o tratamento da

esquizofrenia e outras doenças que podem ou não terem sido oriundas da dependência química. Para isso são aplicados alguns métodos como:

A TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL (T.C.C)

Clínica de recuperação em SP
Tratamento da dependência química em uma clínica de recuperação em SP

Essa terapia é uma forma de psicoterapia que se baseia no conhecimento empírico da psicologia.

Ela é muito ampla e abrange métodos específicos e não-específicos (com relação aos transtornos mentais provenientes ou não da dependência química)

que, com base em comprovado saber específico sobre os diferentes transtornos através do conhecimento psicológico

a respeito da maneira como seres humanos podem modificar a partir de um exercício diário, seus pensamentos, emoções e comportamentos,

têm por fim uma melhora sistemática dos problemas tratados, de forma progressiva.

Essas técnicas tem como base perseguir os objetivos concretos e operacionalizados – ou seja, objetivos esses que estão claramente definidos e observáveis –

nos diferentes níveis do comportamento de cada indivíduo e da experiência pessoal e são guiadas, portanto, tanto pelo diagnóstico específico de um

transtorno mental como por uma análiseprática do problema individual, personalizando as características de cada um

sendo uma descrição das particularidades do paciente. Nesse contexto representa um papel muito importante uma análise aprofundada

de todos os fatores de vulnerabilidade (predisposições), além de analisar os fatores desencadeadores e aqueles que são mantenedores do problema.

A combinação dessas duas vias permite ainda atingir um relativo equilíbrio entre o método padronizado

(determinado pelo diagnóstico) e ainda pelas características individuais do paciente (que determinam a análise do problema).

A terapia cognitivo-comportamental é muito utilizada no tratamento da dependência química dentro ou fora das clinicas de recuperação em sp e em todo o Brasil.

é uma terapia ao qual encontra-se em constante desenvolvimento e exige de si mesma uma comprovação empírica da sua efetividade.

A terapia cognitivo-comportamental possui portanto, técnicas da terapia cognitiva, como por exemplo da terapia comportamental

quando ela é utilizada junto com uma medicação adequada e séria, sempre prescrita por um psiquiatra,

tem se mostrado a técnica muito eficaz no tratamento de vários transtornos como depressão e esquizofrenias, e também no tratamento de dependentes químicos e alcoólatras.

TERAPIA RACIONAL EMOTIVA COMPORTAMENTAL (T.R.E.C)

terapia racional emotiva em uma clínica de recuperação em sp
Tratamento em uma clínica de recuperação em SP

Através do manejo da terapia Racional Emotiva Comportamental, uma clínica de recuperação em SP busca sobretudo, tratar fatores com,

as adversidades ou os eventos que podem ser ativadores, o nosso sistema de crenças, expectativas e as avaliações

ao qual fazemos dos acontecimentos e as consequências que podem ser Comportamentais ou Emocionais. 

As situações adversas pelas quais passamos em nossa vida, tem sobretudo muitas vezes gerado sentimentos como a raiva, a depressão, a ansiedade,

Ou além disso, a culpa, ou medo os comportamentos que podem ser evitados ou compulsivos.

No entanto, pode parecer muito lógico e natural quando visto à primeira vista,

seja uma consequência de, quando na verdade são de fato as nossas avaliações e as nossas crenças sobre os acontecimentos que geram.

Não são os eventos em si, portanto, que nos deixam tristes, mas sim o modo como processamos internamente esses eventos

Assim sendo, nossa interpretação das situações, podem nos levar a situações de risco e até mesmo, para os dependentes químicos

são esses eventos que podem os levar ao uso de substâncias psicoativas afim de amenizar tais problemas.

A TRE portanto, afirma que sentimentos perturbadores e comportamentos destrutivos são frutos de crenças irracionais

ao qual distorcem a nossa percepção da realidade (filtros) e nos fazem reagir de maneira inadequada.

TERAPIA OCUPACIONAL (T.O)

Tratamento de dependentes químicos
Clínica de reabilitação em SP

A Terapia Ocupacional, mais conhecida como T.O é um método Terapêutico, criado desde a primeira guerra mundial.

No brasil, no entanto, foi criada essa essa terapia a mais ou menos 50 anos na Faculdade de Medicina da USP.

Este tipo de Terapia é, sobretudo utilizada com a finalidade de reabilitar as pessoas para as atividades

em que elas deixaram de fazer, devido a algum problema ou transtorno que foram gerados pelo uso compulsivo da substância Psicoativa, no caso dos dependentes químicos.

sempre que você procurar por uma clínica de recuperação em SP você certamente encontrará essa opção de tratamento

PROGRAMA DE PREVENÇÃO À RECAÍDA – PPR

Sabemos que a Adicção, dependência química, é uma doença incurável, progressiva e fatal hoje reconhecida pela (OMS),

por sua vez precisa de um tratamento contínuo.

Recuperação e Recaída são no entanto lados opostos da mesma moeda, e é por isso que é necessário que haja um programa de recuperação

para poder identificar tais rotas de colisão através de alguns sinais de aviso que sempre antecedem uma recaída.

Dentro do Programa de Prevenção à Recaída, o Dependente Químico passará a aprender não só o que é a doença em si,

mais como identifica-la e ter auto controle de sua vida através da estabilização de seus pensamentos e emoções.

Isso tudo será possível através do manejo de instruções práticas e da inserção de alternativas que podem favorecer o tratamento

e consolidem a recuperação em um sucesso.

SIMULADOS DE N.A (NARCÓTICOS ANÔNIMOS) E A.A (ALCOÓLICOS ANÔNIMOS)

Tratamento da dependência química
Clínica de reabilitação SP

A reunião de doze passos, ou simulado de N.A e A.A tem como objetivo estimular a continuação do tratamento pós internação.

A ferramenta principal aqui é o incentivo aos grupos de ajuda, como por exemplo, N.A e A.A

O grupo de apoio Alcoólicos Anônimos e Narcóticos Anônimos é uma irmandade mundial, ao qual desenvolve uma programação de 12 passos que,

com base em reuniões regulares (em todas as cidades consulte o site e saiba horários de reunião clicando aqui: N.A

É portanto, com reuniões entre os participantes ao qual tem como objetivo auxilia-los a parar de usar drogas.

Através de uma abordagem humanizada, responsabiliza o dependente químico em seu próprio processo de recuperação

Isso acontece no sentido deste conhecer-se a si próprio e com isso identificar quais podem ser os seus mecanismos de defesa

orientando inclusive na correção e alerta de defeitos de caráter que o levam a utilizar comportamentos

que podem ser considerados de fuga e de refúgio, seja no consumo de substâncias químicas ou na adoção de atitudes desviantes.

TRATAMENTO DO ASPECTO FÍSICO

O tratamento da dependência química deve ser complexo tal qual essa doença, portanto, ao considerar que todas as experiências vivenciadas por nós são acontecimentos simultâneos,

ou seja, uma experiência física é acompanhada simultaneamente por uma experiência psíquica, e vice e versa

tal como uma experiência psíquica é acompanhada por uma experiência física, podemos portanto afirmar que exercício físico e emoção estão intimamente ligados.

Sabendo que a Adicção – dependência química é uma doença que afeta Espiritual, Mental e Física as unidades de clinica de recuperação em SP e em todo o Brasil

Incluem em seus cronograma diariamente com acompanhamento de um Profissional de Educação Física afim de orientar nossos pacientes.

MUSICOTERAPIA E VIDEOTERAPIA

A inserção de vídeos adequadamente ao tratamento além de lúdico, descontraído pode ser de grande valia no tratamento da dependência química.

Isso acontece pois muitas vezes o vídeo educa mais do que uma instrução por mais didática que ela seja, além de tudo, é uma atividade em grupo que pode ser divertida.

A música, por sua vez, é reconhecida por muitos pesquisadores como uma espécie de modalidade que desenvolve a mente humana,

através da música é possível promover o equilíbrio, proporcionando um estado que poder ser agradável de bem-estar,

favorecendo sobretudo a concentração e o desenvolvimento do raciocínio. 

Tratamento do alcoolismo

O principal agente do álcool, sobretudo é o etanol (álcool etílico).

O consumo em demasia do álcool é antigo, vem de muitos anos, as bebidas como vinho e cerveja possuíam conteúdo alcoólico baixo,

uma vez que passavam por um longo processo de fermentação.

Outros tipos de bebidas alcoólicas, puderam apareceram depois, com o processo de destilação.

Apesar de o álcool possuir uma grande aceitação social e seu consumo ser estimulado pela sociedade, e inclusive pela mídia,

este é uma droga psicotrópica que atua no sistema nervoso central, podendo causar dependência química no primeiro instante

e mudança no comportamento. Quando consumido em excesso, o álcool é muito nocivo, está ligado ao maior número de acidentes de trânsito e fatalidades domésticas,

É visto como um problema de saúde, pois este excesso está inteiramente ligado a acidentes de trânsito, violência de modo geral e alcoolismo (quadro de dependência).

Os efeitos do álcool são percebidos logo de cara, mas podemos mencionar que são identificados em dois períodos,

um que estimula e outro que deprime, assim como as demais drogas como a cocaína por exemplo.

No primeiro período pode ocorrer euforia e desinibição, o indivíduo se torna até engraçado e comunicativo.

Já no segundo momento ocorre descontrole, falta de coordenação motora e sono e irritabilidade profunda.

Os efeitos agudos do consumo do álcool são sentidos em órgãos como o fígado, coração, vasos e estômago, entre outros.

Em caso de suspensão do consumo, pode ocorrer também a síndrome da abstinência, caracterizada por uma série de complicações como a confusão mental, visões, ansiedade, tremores e convulsões.