Tratamento dependência química: sintomas que indicam uma recaída

Apesar do que muitas pessoas pensam, a recaída entre os dependentes químicos é comum e possuem sintomas que antecedem esse momento. Ela não deve ser considerada como falta de caráter ou de força de vontade combinados com um mau comportamento. Todas as pessoas em tratamento tem um conjunto de traços que servem de alerta para ele e para as pessoas à sua volta. 

O primeiro passo, e o mais importante, é a identificação de cada um deles, além disso, o que acarreta esses problemas, o que serve de gatilhos para essas possíveis recaídas. A dependência química é uma doença crônica e pode ser tratada, quando a pessoa apresenta sinais de recaída, mudanças drásticas de comportamento acontecem.

GRUPO BELLA CLINIC

Portanto, veja alguns dos sintomas mais comuns apresentados pelos dependentes químicos em tratamento e que anunciam uma recaída.

  • Desonestidade

Um dos primeiros traços da recaída é a desonestidade. Esse sintoma começa com as pequenas mentiras dentro de casa, com as desculpas para não fazer determinada atividade ou para fazer algo que não deve. É a desonestidade consigo mesmo e o próximo passo é sempre a recaída.

  • Impaciência

Esse sintoma é bem conhecido pelo público leigo. A impaciência é um traço fácil de ser reconhecido e muitas pessoas já associam ao uso de drogas. Nesse caso, estamos falando da impaciência física, da ansiedade, mas quando falamos do campo mental, é sobre traçar metas e não conseguir alcançá-las com um esforço considerado normal, no seu tempo regular.

É sobre exigir muito de si, e dos outros também, querer tudo na mesma hora e se concentrar somente nos problemas não resolvidos completamente. Esse sintoma pede calma ao dependente químico e o pedido de parar a cobrança excessiva.

  • Euforia

Melhor que está, não fica. Esse é o sentimento que o processo de recuperação traz ao dependente químico. Nessa fase, ele observa todo o progresso e pensa que realmente é incrível tudo isso que está acontecendo, e que ele não precisa ter tantos cuidados com a droga, isso é uma bobagem, ele pensa.

Esse momento é a hora que as recaídas mais acontecem, quando achamos que está tudo bem. O cuidado excessivo não é um problema, é importante ter moderação e manter o equilíbrio emocional. 

  • Troca de dependência

Outro sintoma comum entre os dependentes químicos é fazer a troca da dependência, trocar uma droga por outra. Substituir o tóxico por álcool ou as drogas por tranquilizantes é comum nesse meio, e um sinal óbvio de recaída. 

Essa ação é um sinal de traição, de maneira sútil, com você e a sua recuperação. Preste atenção para não cair nos vícios antigos.

  • Ausência dos grupos

Um dos momentos mais importantes da recuperação é a participação nos grupos de apoio, como alcoólicos e narcóticos anônimos. Eles são essenciais e um dos sinais de recaída é o abandono deles, e essa história acontece com todos os pacientes. 

Essa troca de experiências com outras pessoas passando por isso é fundamental para a recuperação. Para saber mais sobre tratamentos e a reabilitação, visite nosso site.