Quais são os tipos de tratamentos para dependência química

Quais são os tipos de tratamentos para dependência química – Entenda melhor sobre esse tema!

Você também pode gostar:

Tratamento para dependência química – Como buscar ajuda? (bellaclinic.com.br)

 


As 10 melhores clínicas de recuperação masculinas em SP (bellaclinic.com.br)

15 Opções em clínica de recuperação em SP que aceita plano de saúde (bellaclinic.com.br)

O fato é que a dependência química é sobretudo uma doença incurável, mas que, no entanto,, possui tratamento.

Essa doença tem por característica o consumo abusivo de álcool, maconha, cocaína, crack ou outras substâncias entorpecentes, lícitas ou ilícitas, que pode ser inclusive, medicamentosa.

Essa espécie de doença, no entanto, afeta todos os aspectos da vida da pessoa e pode ser causado por múltiplos fatores dentre eles os genéticos, além de ambientais, sociais, familiares e individuais.

O que acontece de fato é que o fácil acesso a essas substâncias tende a aumentar e muito a incidência dessa doença em todo o mundo, tornando o tratamento e

prevenção da dependência química um assunto sério e sobretudo de saúde pública.

De acordo com os dados extraídos do Relatório Mundial sobre Drogas realizado no ano de 2017, do qual foi elaborado pelo

Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC),

estima-se que cerca de 250 milhões de pessoas usaram drogas em 2015, entre elas, aproximadamente 29,5 milhões apresentaram algum tipo de transtorno,

problema de saúde o qual está devidamente relacionado ao

consumo abusivo dessas substâncias, incluindo dependência química.

O uso de drogas em via de regra começa com utilização para fins recreativos ou como uma tentativa de fuga da realidade.

No entanto, quando a necessidade de fazer o uso de substâncias passa a ser constante e ainda incontrolável, o que parecia ser algo para lazer

se torna um dependência,

com fortes traços que apresentam em longo prazo distúrbios físicos, emocionais e até mesmo mentais e ainda sociais.

Com o passar do tempo, cria-se uma certa tolerância à essas substâncias e as doses começam a aumentar gradativamente para que se possa

obter os mesmos efeitos de antes, o que pode até mesmo levar a uma overdose.

Quais são os tipos de tratamentos para dependência química

Dependência química

Antes de pensarmos sobretudo em buscar um tratamento para dependência química o ideal é buscar ajuda para que se comece com um diagnóstico o qual deve ser detalhado,

e sobretudo é fundamental que seja realizado por uma equipe multidisciplinar, que deve sobretudo considerar as especificidades de cada caso.

A partir dessa análise criteriosa, é desenvolvida portanto uma estratégia de tratamento personalizada, que deve ser revisada periodicamente, com intuito de que o atendimento das múltiplas necessidades do paciente e a reorganização de sua vida como um todo.

Os principais percalços para a busca de uma orientação especializada são:

a negação da doença, a falta de apoio familiar e o medo do estigma social negativo.

Além disso, todavia, é comum que muitos amigos e familiares não saibam de fato como ajudar um dependente químico ou desconhecem a existência de tratamentos especializados, ou ainda, pela falta de informação

causada pelo estigma social negativo que envolve a dependência química, acabam associando o tratamento a uma série de coisas que não existem, como a contenção química, camisas de força, ou prisões.

A falta de debate sobre esse tema, leva o imaginário de muitas famílias a postergarem o que pode salvar a vida de seus entes queridos.

Buscando ser um portal de informação acima de tudo, a Bella Clinic com seus conteúdos periódicos visa apresentar constantemente o que é de fato uma clínica de recuperação para dependentes químicos

e quais sãos os tratamentos para dependência química existentes no mercado.

Para conseguir portanto, esclarecer essas dúvidas, destacamos abaixo os principais tratamentos para abuso de drogas.

A fase da desintoxicação

Quais são os tipos de tratamentos para dependência química
Quais são os tipos de tratamentos para dependência química

A desintoxicação é apenas uma das fases do tratamento para dependência química.

A etapa é considerada a mais crítica, pois de fato o paciente pode apresentar crises de abstinência

e em função disso recebe assistência da equipe multidisciplinar durante período integral , geralmente nas primeiras 24 horas, para ao início do processo de eliminação de drogas no organismo.

Medicamentos

O uso indiscriminado de drogas pode ser sobretudo um fator de risco para a contração e o desenvolvimento de algumas doenças físicas e mentais,

tais como a esquizofrenia, depressão, transtorno de personalidade, cirrose, câncer, insuficiência renal, HIV, hepatite B e C, sífilis, lesões cerebrais entre outras; também pode de fato ser uma consequência de algumas dessas enfermidades.

Por essa razão, de fato, a introdução medicamentosa no tratamento para dependência quimica

é de fato indicado em uma parcela considerável casos, no entanto, só deve ser realizado com o acompanhamento constante, a avaliação periódicas.

com apoio de exames complementares e o cuidado com efeitos colaterais e interações medicamentosas.

Esse tipo de tratamento normalmente é feito em conjunto com a psicoterapia e outras atividades.

Psicoterapias

Psicoterapias

Muitas abordagens psicoterapêuticas têm sido de fato muito eficazes no tratamento para dependência química, entre elas estão a psicanálise, terapia cognitivo comportamental,

terapia em grupo e a terapia ocupacional, além do rei bebê, terapia racional emotiva, entre outras.

As psicoterapias atuam através da aplicação de um conjunto de técnicas e métodos dos quais são psicológicos, podendo ter inicativas disttas , como por exemplo, tratar traumas, ajudar na solução de problemas,

a modificação de comportamentos e o apoio no processo de auto conhecimento.

A opção por uma dessas modalidades depende dos sintomas apresentados, ou ainda, do grau de evolução do transtorno, da estratégia de tratamento desenvolvida pela equipe e da aceitação e personalidade do paciente.

Quando estamos falamos de abuso de drogas e dependência química, informação e conscientização são essenciais, portanto, não hesite em buscar ajuda.

Trabalhamos com cerca de 400 clínicas de recuperação em todo o Brasil, particulares e através do plano de saúde.

Atendimento 24 horas.